segunda-feira, 26 de maio de 2014

A Luz, que na verdade são Trevas

A maioria de nós já lemos aquela passagem que fala sobre os olhos, na qual diz: 
"Os olhos são a candeia do corpo. Quando os seus olhos forem bons, igualmente todo o seu corpo estará cheio de luz. Mas, quando forem maus, igualmente o seu corpo estará cheio de trevas. Portanto, cuidado para que a luz que está em seu interior não sejam trevas." Lucas 11. 34-35
E o versículo que chama a atenção é este: Portanto, cuidado para que a luz que está em seu interior não sejam trevas.

Que luz é esta que pode ser trevas? Pode a luz, ser trevas? Não! Luz é luz, trevas são trevas, porém eu vejo aqui que esta parte do versículo fala sobre o engano... 
Infelizmente, há muitas pessoas que enganam-se achando que estão na luz, mas na realidade o seu interior é trevas. Alguns exemplos disso:
São aquelas pessoas que vão à igreja, porém não se convertem, continuam fora da mesma praticando as más obras de antes. Acham que pelo simples fato de ir à igreja, acham que são luz...
São pessoas que não perdoaram, falam de boca, mas na real ainda não conseguiram perdoar. Mostram serem luz, mas ainda conservam mágoas, tristezas, coisas do passado que ainda não conseguiram esquecer e se libertar.
São pessoas que por fora mostram-se convertidas, mas na real continuam com maus olhos em relação as coisas dentro da igreja, às coisas de Deus e etc. 
Examine-se para ver se a luz que está em você na verdade, são trevas. O que você pode estar conservando dentro de si mesma?

Até logo. 
Postar um comentário