sábado, 16 de novembro de 2013

Que 'Malas' Você Tem Carregado?

Que título mais estranho né? Mas você vai ver porquê! Ops, Ler!

Todos os dias aprendemos algo novo. 
Todos os dias convivemos com pessoas diferentes, jeitos diferentes, humores diferentes... Ninguém é igual a ninguém! 
Um pouco de cada uma podemos extrair algo, ou até mesmo muito de alguém. Há pessoas que causam impactos em nossa vida, algumas nos ensinam com seus bons exemplos, outras com os ruins. É sempre assim e sempre será.
O bom é, assim como diz a Bíblia nos ensina: "Examinai tudo. Retém o que é bom". 1 Tessalonicenses  5:21 
  Minha amiga, saiba que em todas as situações que você passar em sua vida, você pode aprender! Você pode tornar-se uma pessoa melhor, mudar! 
Muitas vezes Deus até permite isso acontecer para que aja uma mudança em você, mas muitas vezes, você apenas olha o problema, olha a pessoa, e não o que pode aprender daquilo. 
Você passará por desertos na sua vida em que estará apenas você, Deus e o diabo. Você escolhe quem vai ouvir. Você escolhe aprender nessa situação que estiver passando ou chutar tudo para o alto... Imagine se quando o Senhor Jesus foi levado pelo Espírito Santo ao deserto, Ele jogasse tudo para o alto? Teria aceitado ouvir o diabo? Ele não seria quem é hoje! 
Muitas vezes você sai até firme daquela situação, mas fica carregando aquele sentimento ruim, uma mágoa contra alguém, você não consegue esquecer o que passou... E fica carregando essa 'mala pesada' com você aonde vai. 

Por isso, finalizando... Você sempre tem que entender que 
"Tudo é um aprendizado e tudo o que passamos são experiências... é nós quem extraímos o bom de tudo. Não vale a pena passar por uma situação difícil e carregar mágoa, sentimentos ruins... isso só faz mau pra você!!!"

Resumindo, não leve muita bagagem nessa vida com você, extraía o bom e há muitas malas que são desnecessárias carregar junto consigo!

Até logo, 




sábado, 2 de novembro de 2013

A Lição em um Dia de Chuva!

Dias atrás, aconteceu algo que não me esqueço mais. Saí de uma reunião e estava chovendo muito, muito mesmo... Precisava voltar à Igreja e sem guarda-chuva nem nada, tive de sair até o ponto de ônibus.
A chuva era tanta que tive de me abrigar em uma dessas marquises, para esperar acalmar. 
Uma jovem, me vendo ali e querendo se abrigar da chuva também para ir até o mercado. Me ofereceu uma 'carona' em seu guarda-chuva, e caminhou algumas quadras contrárias ao percurso que ela ia fazer. Isso me chamou muito atenção... São atitudes raras de se ver, ajudar uma estranha... 

Essa moça não era de Igreja nenhuma, não tinha o Espírito Santo e nem nada e mesmo assim, sua atitude foi admirável em querer me ajudar nessa situação. Isso é raro hoje em dia! E muitas vezes raro em nosso meio... 
Quantas vezes você viu alguém sofrendo, você sabia que tinha de ajudar aquela pessoa e não o fez?
Ou chorando? Ou alguém próximo à você sofrendo e você deixou por assim? 
Agora me diga, quando você sai para evangelizar com seu grupo, você faz mecanicamente? Pois, se por muitas vezes você não ajuda quem está perto, quanto mais um estranho (a)!
  
E Isso me fez pensar também em nossas atitudes diante dos outros, o que fazemos para os outros, marca a vida deles de forma positiva ou negativa. Às vezes você está tão preocupada consigo mesmo e com seus afazeres que esquece de muitas vezes dentro da própria Igreja cuidar dos seus irmãos na fé, prestar um auxílio, uma ajuda até mesmo espiritualmente.
São poucas as pessoas que possuem atitudes louváveis e você que está lendo deveria ser uma delas. 
(isso serve para mim também). 

Portanto, enquanto temos oportunidade, façamos o bem a todos, especialmente aos da família da fé.Gálatas 6:10

Até o próximo post. 
Compartilhe!