terça-feira, 28 de abril de 2015

O que eu já aprendi sobre Etiqueta?

Este mês estamos aprendendo sobre a Etiqueta Virtuosa, não é somente aprendemos sobre a Etiqueta em si, mas que ela seja uma Virtude. Quando penso em etiqueta, penso em uma pessoa agradável e muito educada, é bom ficar perto de uma pessoa assim, você a quer por perto, você aprende com ela, é uma pessoa que te inspira e você até se 'policia' quando está perto dela. Imagina uma pessoa de Deus, então?!!! Que além de tudo, exala o Bom Perfume de Cristo no Seu proceder.

Falando em Etiqueta, mudei muitas coisas em mim. Só por trabalhar as virtudes de uma mulher que consequentemente entramos no assunto de 'etiqueta'.


Percebia depois que algumas coisas que fazia antes, hoje em dia acho deselegante.
Confesso que, algumas não foram fáceis como por exemplo corrigir minha postura, volta e meia ainda preciso me 'policiar' para ver se estou sentada corretamente. 

A etiqueta ou seja a boa educação e muitas vezes até o 'semancol', vale pra tudo, tanto pessoal, quanto profissional, até mesmo quanto ao uso da internet, enfim em todo o lugar!  Etiqueta combina com discrição e uma pessoa discreta é civilizada, ou seja sabe se portar!

Vamos lá então para algumas coisinhas básicas: 

 * Mascar chicletes de boca aberta: Fica muito feio, quando eu mascava assim, algumas amigas me diziam que parecia que eu mascava pasto. (kkkk, que terrível). Há lugares impróprios para isso: Igrejas, em reunião de Trabalho, Sala de Aula, Entrevista de Emprego, Eventos formais e etc.

* Falar Alto: Ninguém precisa saber o que está acontecendo em sua vida, muitos perdem a noção quando estão falando até mesmo no celular;


* Dar Gargalhadas e chamando a atenção: "Essa era eu", e o pior é que chamava a atenção de todos;


* Falar de Boca Cheia: Nem preciso comentar nada;


* Não Esquecer de Falar as Palavras Mágicas: Desculpe, Com licença, Obrigado, Por favor...


* Interromper alguém quando a mesma está falando. 


* Chegar atrasada na Igreja ou sair antes de terminar a reunião: Tudo bem que pode ter acontecido algum imprevisto, porém, se nada aconteceu e a pessoa por vontade própria saiu ou chegou atrasada, isso é um desrespeito para com Deus; Outra coisa é tocar o celular no meio da reunião e o pior quando começa a tocar uma música agitada;


* Usar roupas transparentes, mostrando o sutiã ou marcando a calcinha - Tudo o que não condiz com discrição se torna algo rude, vulgar e feio.


* Falar palavrões e gírias: Você está se comunicando bem e do nada, solta uma gíria... caiu tudo por água abaixo, falar gírias e palavrões não combinam com uma pessoa que deseja ser elegante, até mesmo no falar;


* Não sentar com as pernas abertas e saber se portar quando está de saia e vestido, mantendo a coluna ereta (já tive muita dificuldade nisso). Sua postura seja na maneira de andar e sentar também é importante, até mesmo para a sua coluna.  


Aqui citei algumas coisas, porém esta lista pode ficar muito extensa, mas como disse no início, etiqueta nada mais é que boas maneiras, boa educação. E é você que deve vigiar a si mesma e ver como está transmitindo a si mesma através de suas atitudes, sua maneira de se portar e etc.

PS: Gostaria de acrescentar algo em nossa Lista? Fique à vontade, ficarei muito feliz em ler!!!!!!  


Até a próxima.  






sexta-feira, 24 de abril de 2015

Amar a Obra de Deus


Quando você ama alguém, você aprende a amar os defeitos dessa pessoa assim como as qualidades dela.

Quarta-feira, enquanto buscava o Espírito Santo na Igreja, Ele falou algo forte comigo. Sobre o amor. E acabei lembrando das palavras de um bispo também, à nós. 

Quando se está apaixonado não. A paixão é cega, você não enxerga os defeitos da pessoa, acha tudo lindo nela, mas depois que a venda cai dos olhos... às vezes é tarde demais. Quando se gosta então, logo enjoa.

Obreiras de Bento Gonçalves/RS
Assim é a Obra de Deus. Para você estar nela, é preciso amá-la. Não somente sentir uma emoção, ou gostar dela, entrar numa emoção e depois parar no meio do caminho. A Obra é de Deus, Ele é O perfeito, mas é feita por homens e homens não são perfeitos, portanto existem falhas. Mas quando se ama de verdade, continuamos a amando mesmo assim. Não nos sujamos, nem paramos por causa disso, pois amamos a Obra e a Deus acima de qualquer coisa.
Já na emoção não, tudo que começa por emoção, pode terminar mau.
Ou você GOSTA de fazer a Obra de Deus, gosta de estar envolvida no meio dos pastores, tendo responsabilidades na Igreja, mas tudo que se gosta acaba enjoando depois, pois até mesmo quando ver algo errado, ou alguém decepciona, logo se contamina, tendo maus olhos por isso e acaba ficando pra trás.

O bispo nos disse sobre o amor, disse que estava na Obra até hoje por amá-la. Pediu que desse minha mão, a olhasse e dissesse se a amava ou gostava dela (parei e pensei, pois nunca pensei se amava ou gostava da minha mão, rsrs) disse que a amava, então disse: "Você a ama então não consegue viver sem ela!"

Quem ama a Obra de Deus é assim, não consegue viver sem ela. Não sabe fazer outra coisa a não ser ela e pensar nela. Quando amamos aprendemos a amar tudo o que envolve ela, as qualidades e até mesmo os defeitos.
O amor nunca acaba, tudo suporta, tudo crê, tudo se espera. Não busca seus interesses, mas sim os de Deus em primeiro lugar. Ele não diminui com o passar do tempo, ele aumenta, vai até o fim!

  
até a próxima,





Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor. 1 Cor. 13. 13