terça-feira, 23 de março de 2010

Cair no poder de Deus - parte 1


Segue o trecho de um livro chamado de 'Vaso para honra', de Rebecca Brown, ex- satanista, uma mulher que teve um envolvimento muito forte com todos os tipos de demônios, ela era chamada de 'esposa de satanás', de tanto que 'subiu' de nível dentro do satanismo. Nesse livro ela explica através de uma conversa entre ela e outra amiga ex -satanista que se converteu a Jesus como elas enchiam de demônios pessoas dentro das igrejas, vejam que interessante, a explicação delas serve para entendermos um pouco melhor como existe uma 'batalha espiritual invisível' que muitas vezes nem imaginamos.


Maria - uma satanista que estava ensinando como entrar nas igrejas e manipular os 'crentes'- estava muito impaciente. "Quantas vezes eu tenho que lhe dizer que você tem que se vestir e agir de acordo com as expectativas deles? Se você se pare­cer com eles e agir como eles, ninguém irá questioná-la querendo sa­ber se você é cristã ou não."
- E, - continuou - você sabe, ela estava certa. Nós podíamos mo­ver-nos livremente entre as muitas pessoas que estavam na campanha evangelística, e todos nos aceitavam como sendo cristãs, sem nos questionar de forma alguma. Foi durante aquele fim de semana que Maria me ensinou mais sobre "cair no espírito". Oh, eu já podia fazer as pesso­as caírem inconscientes apenas por tocar nelas; mas Maria disse-me que isso não era suficiente. Ela me disse que, como eles estavam violando as suas próprias Escrituras (Tiago 5:14), ao permitir que qualquer um im­pusesse as mãos sobre eles e orasse por eles sem ao menos procurar saber se eram verdadeiros servos de Deus ou não, nós estávamos portanto livres para fazer o que quiséssemos. O Deus deles não os protegeria porque eles estavam em desobediência direta à sua Palavra.
Joyce continuou:
- Maria compreendeu que quando as pessoas se ajoelhavam diante de nós, ou apenas curvavam a cabeça diante de nós, estavam ativamente se submetendo a nós, e aceitando tudo o que quiséssemos dar a elas. Naturalmente, pensavam que estávamos orando por elas, mas a sua submissão deu-nos o direito legal de colocar demônios nessas pessoas. Elas também abriram diretamente a porta para isso, permitindo que sua mente ficasse passiva, sem provar o espírito que as deixava inconscien­tes. Maria mostrou-me os encantamentos apropriados e como fazer com que as pessoas levantassem as mãos assim. [Ver a figura anexa.]... Então ela tocava, primeiro numa das mãos e depois na outra, e em seguida na testa, fazendo o sinal da cruz invertida. ... Todas as vezes eles caíam. Ela então fez isso comigo e eu caí inconsciente. Acho que fiquei assim por uns cinco minutos. Quando despertei, notei que havia adquirido um novo demônio. Maria disse-me que esse demônio especial colocaria mais demônios nas pessoas por quem eu orasse. E assim ele o fez. E estou certa de que esta não é a única forma pela qual as pessoas colocam demônios em outros, fazendo-as levantar as mãos daquela forma, mas era assim que nós fazíamos.
Rebecca então disse:
- Sabe, eu sempre indaguei sobre a larga aceitação desse "cair no espírito" pelos cristãos. Você já parou para pensar que todos eles caem para trás? Na Bíblia, em todas as ocasiões, quando o povo de Deus caía diante da sua presença, eles caíam para a frente, prostrados sobre suas faces em uma atitude de adoração. Por exemplo, João 18:6 diz:
"Quando, pois, Jesus lhes disse: Sou eu, recuaram e caíram por terra."

- A impressão que tenho é a de que este versículo está dizendo que os homens realmente recuaram e então caíram para a frente sobre sua face. Eu nunca vi ninguém "cair no espírito" para a frente" - comentou Rebecca, pensativa. - Eu não tenho as respostas para esta questão, mas posso dizer a você que estou realmente buscando. Sinto-me mui­to pouco à vontade com essa prática. Não estou surpresa quanto aos servos de Satanás tirarem vantagem dessa prática.


amanhã, a segunda parte!

na certeza,
Postar um comentário