segunda-feira, 6 de setembro de 2010

'Se dá um jeito'

Eu e Gabriela, no dia do Brique
Certa vez, precisávamos arrecadar fundos para nosso Força Jovem, participamos então do Brique da Praça (evento onde vendem-se artesanatos, roupas, lanches, etc)
Onde com o dinheiro comprávamos nossas faixas, pagávamos o ônibus da vigília, camisetas e coisas assim.

Marcamos para as meninas virem nos ajudar a vender as roupas, os lanches que havíamos preparado, mas naquele dia o tempo estava fechado e choveu e quando chove geralmente o brique na cidade é cancelado. Mas naquele dia de manhã eu e minha amiga fomos, 7 hrs estávamos lá. Tinha uma garoa, só havíamos nós e ainda tínhamos que montar a barraca. A gente queria vender, troxemos os lanches, os refrigerantes... até que uma amiga nossa, que ia vender o seu artesanato desistiu e ofereceu a barraca para nós, com a mesinha dela. Feito! Era só levarmos as roupas para lá e então vender.

Tinham alguns meninos da Força Jovem que participavam da reunião no sábado de manhã e então nos ajudaram a levar para lá.

Gaby e eu, começamos a vender, começamos a agitar aquilo lá! Estávamos muito felizes por estar fazendo isso, nem mesmo o mau tempo e a chuva pode nos parar aquele dia. As pessoas vinham na nossa barraca se esconder da chuva e elas já compravam alguma coisa... haviam também pessoas embaixo das marquises das lojas se escondendo e nós fomos vender todos os nossos lanches lá. Vendemos tudo a 'preço de banana', mas foi tudo. Assim conseguimos mais um pouco para o nosso caixa.
A gente deu um jeito.
Se não dá de um vai de outro, mas tem que dar certo!
Nada pode te parar, se Deus é com você; Quem pode te parar?
A resposta é: você mesmo.

na certeza,
Postar um comentário