terça-feira, 19 de outubro de 2010

Decepções...

Quem já não se decepcionou com algo ou com alguém?
Lendo o post deste domingo no blog da dona Cristiane, me identifiquei muito com o que ela escreveu, pois há poucos dias atrás tive uma decepção com pessoas que eu amava.
Foi algo que realmente me decepcionou. Eu não estava conseguindo nem comprimentá-las direito, devido o acontecido. Me sentia como se todo o trabalho que eu tivesse feito e fazendo fosse em vão!
Fiquei me questionando, eu me sentia diferente, aquela Luana não era eu. Aquela Luana estava decepcionada. Estava triste pelo que havia acontecido!
Dias antes disto acontecer, eu lia várias vezes na semana aquele trecho que dona Cristiane escreveu sobre o amor. Talvez Deus já estivesse querendo me mostrar que:

Às vezes esperamos demais das pessoas. Por isso acabamos nos decepcionando, esperamos atitudes diferentes, respostas diferentes, enfim... esperamos que fizessem do nosso jeito ou da maneira que as aconselhamos. Foi muitas vezes 'quebrando a cara' que eu aprendi e nesse meio tempo, eu posso ter decepcionado alguém também, não posso?
O ser humano, é falho, erra, muitas vezes tem que 'quebrar a cabeça' pra aprender... Afinal, não há quem seja bom, senão um somente, que é Deus! (Lucas 18: 19)
Se Deus tem uma misericórdia tão grande, porque eu deveria me pôr no lugar dEle e julgar?
Porque deveria estar ainda com isso dentro de mim?

Minha maneira de ver depois foi diferente, pois via que aquilo que sentia não estava fazendo bem para mim. Olhei com os olhos do amor, aí eu aprendi a ver como Deus olha pra gente!
Imagina quantas decepções, quantas vezes que Ele mesmo esperou que fizéssemos de maneira diferente, da maneira dEle e acabamos fazendo da nossa! Oh que decepção!
Mas, Ele nos deixou? Ele nos virou a cara? Guardou ressentimentos? Não! Ele é paciente e nos ama.

"O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais acaba (...)" 1 Coríntios 13: 7-8

"Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor." 1 Coríntios 13: 13


Assim é o amor! Ele com paciência, suportou a decepção e esperou que aprendêssemos até de uma forma um pouco mais dura, mas que valesse a pena.
Então eu pergunto a você: Por quê guardar isso dentro de você?
Se o próprio Deus, nosso Pai, nos ama dessa maneira, porque sermos diferentes?
Quando aprendermos a olhar desta forma, as decepções serão aniquiladas de dentro de nós. Quando me dei conta disso, fui correndo dar um abraço nela!

na certeza,
Postar um comentário