terça-feira, 15 de maio de 2012

Minha vida sentimental IV


Para ler este posts, ou pelo menos entender, você terá que descer e ler desde o início, certo?

Continuando...

Recebi uma ideia. Eu já havia mudado muito, mas olha só que interessante: Me perguntaram que tipo de pessoa eu gostava, por exemplo: mais alto, mais baixo, estas coisas. E me disseram para fazer um perfil. 
Perfil que fiz, guardo comigo
tem atrás também.
Bem, eu cheguei em casa naquela noite e escrevi. Escrevi tudo - característica física, espirituais e de sua pessoa mesmo (jeito). E apresentei para Deus. Eu a cada dia tinha mais certeza de que Deus me responderia. Passaram-se duas semanas desde então e fomos apresentados por telefone. (Pois é foi bem assim). Eu não aceitava muito esta ideia de apresentar, mas foi desta forma que aconteceu comigo. Lógico que fui atrás para saber coisas sobre ele, informações preciosas ou 'desagradáveis' e ele a mesma coisa. Fomos conversando e nos conhecendo e neste tempo, vi que ele fechou igualzinho com o que eu escrevi! Mas igual mesmo!

Ficamos nos conhecendo durante 1 ano, nos vimos apenas umas 3 vezes neste tempo, e nos vimos por uns 5 minutos, até que começássemos a namorar. Neste tempo, nunca o chamei de amor, ou algo assim ou muito menos pelo nome. O chamava de pastor e ele a mesma coisa comigo. Porque mesmo tendo a certeza que ele é o meu pedido respondido no Altar, não queria trocar os pés pelas mãos e atropelar as coisas. Com que cara ficaria eu, depois? Tanto que logo que começamos a namorar, eu tinha uma grande dificuldade de chamar ele pelo nome ou com adjetivos.

Então já se passou mais um ano, dia 19 fazemos 1 aninho de namoro! :-)
E fiz este vídeo para ele. Coloquei em um DVD, mas como ele não conseguiu assistir (rsrs), coloquei o vídeo aqui e em público!


Na certeza,
Postar um comentário